5 de jan de 2011

Aprenda a se alegrar no Senhor

Por Elaine Lisbôa
Referência Bíblica: Fl. 4:4-9

Uma das tarefas mais difíceis do cristão é se alegrar mesmo quando se está passando por dificuldades. Observamos na Bíblia várias instruções do Senhor para que o foco de nossa vida esteja pura e simplesmente na obra de Cristo, esperando nEle (Sl. 37:7), se regozijando nEle (Sl. 149:2/ 1 Cr. 16:10), buscando a Ele (Jr. 29:13).

Na teoria tudo parece muito simples, mas quando a situação está presente na nossa caminhada, vemos que lutar contra a tristeza é impossível sem realmente estarmos firmados na rocha que é Jesus. 

Vários personagens bíblicos atravessaram períodos de tribulações, mas aprenderam a glorificar a Deus em todas as situações:

– Homem sincero, reto e temente a Deus, tinha sete filhos e três filhas e era o mais rico do Oriente. Certo dia Satanás questionou a fidelidade de Jó para com o Senhor caso perdesse tudo o que tinha. Então Deus permitiu que o diabo tocasse em todas as suas riquezas, família e animais, menos em sua vida.  O inimigo matou todos os seus filhos em um vendaval, enlouqueceu sua esposa, consumiu os seus animais pelo fogo, tirou a vida de seus servos e colocou lepra em todo o seu corpo, mas mesmo passando por todas estas provações, Jó continuava sendo o homem mais fiel a Deus que havia na Terra.
Passado todo o tempo de tribulação, Deus recompensou-o e lhe deu o dobro de prosperidade, multiplicou os seus animais, abençôo-o com mais sete filhos e três filhas (as mais formosas de toda a Terra) e lhe concedeu 140 anos de vida.

Davi – Desde jovem amava a Deus e procurava fazer Sua vontade. Ele aproveitava os momentos em que estava só para estar com o Senhor, louvando-o de todo o seu coração. Ainda com pouca idade foi escolhido por Deus para ser rei de Israel, mas passou por muitas dificuldades e teve sérios problemas em sua família, um deles foi com seu filho Amom que, movido por uma paixão doentia, estupra a meia-irmã, Tamar, causando indignação em seu outro filho Absalão que o mata e foge. Davi passou por momentos desesperadores, mas não deixou de louvar a Deus, para que o Senhor voltasse a lhe dar a alegria (Sl. 51:14).

Elias – Recebeu o chamado de Deus para ser profeta em um dos piores momentos da história de Israel, marcado por uma sucessão de reis ímpios, que faziam o que era mau aos olhos do Senhor (I Rs. 16:25-31);  onde a idolatria crescia demasiadamente (I Rs. 16:31; 18:19-20); por um período de crise, sem chuvas, o que provocou seca, fome e miséria (I Rs. 18:2); de inversão de valores, quando o rei Acabe se preocupava mais com cavalos e mulas do que com os súditos do seu reino (1 Rs. 18:5-6); perseguição dos profetas (1 Rs. 18:4) e abuso de poder do rei Acabe (I Rs. 21:1-16). Deus o havia chamado para combater o pecado, proclamar o juízo e chamar o povo ao arrependimento. Com tantos desafios e passando por um período de grande tristeza, Elias aprendeu a confiar e depender de Deus, e por meio da intimidade com o Senhor, suas forças foram renovadas (I Rs. 19:15-21).

Talvez você começou o ano de 2011 em um período de grande tristeza, pensando que não há mais sentido para a sua vida, mas Cristo veio para que a alegria da Sua salvação fosse suficiente para você. Não aceite a tristeza, porque ela só traz pessimismo, sensação de morte e grande depressão, implantados por Satanás para te desviar do foco.

A alegria do cristão começa espiritualmente, se você estiver firme no Senhor a alegria é certa, porque a felicidade do verdadeiro servo não está condicionada às situações do mundo. Cristo é o verdadeiro motivo da nossa alegria.

2011 deve ser o ano em que todos verão mais sorrisos em sua boca. Não se desespere diante da tempestade, mas profetize bênçãos sobre a sua vida. Deus quer que você seja conhecido como um cristão feliz, por isso, mostre às pessoas que você é feliz em servir a Jesus.

Se você começou o ano insatisfeito com você mesmo e passou por grandes problemas em 2010, aprenda a se alegrar em Cristo. Faça a oração de Davi e peça para que o Senhor volte a te dar a alegria da salvação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário